20 de novembro de 2012

VISITA À SOGRA (CONTO REAL)

Na época de namoro, na primeira visita à casa da sogra, ofereci lavar a louça do almoço (detalhe: eu não imaginava que além de pratos, copos e talheres, eu teria que lavar panelas e etc).
Na pia. não tinha escorredor de pratos e ainda por cima tinha uma enorme pequena inclinação.

Fui lavando e ajeitando os pratos, talheres e panelas em cima da pia, no cantinho.

Quando fui lavar os copos, quase deixei um cair. Quase! Mas aí eu pensei: "Ufa, foi por pouco!" - (nisso, meu coração já estava à mil).

Minha sogra, querida sogra- me aconselhou à pôr os copos num pequeno escorredorzinho de copos (aqueles que você encaixa os copinhos), imagino que pra ocupar menos espaço na pia, já que eu ainda tinha que lavar as panelas! Pensei: "Isso vai dar M****, maaaas, já que a SOGRA tá mandando, vou obedecer!!".


PORQUÊ, MEU DEUS?

O escorredorzinho era de plástico, frágil e de encaixe. Coloquei 5 copos e pensei: "Cara, isso vai cair! Vou tirar da pia e colocar no balcão." (na cozinha da minha sogra tem um balcão largo. Como um passa-pratos).

PORQUÊ EU FIZ ISSO, DEUS???

Quando eu peguei pela alcinha do escorredor, senti que estava pesado e na mesma hora pensei: "Isso vai desmontar! Vou apoiar a mão embaixo!".  

SÓ QUE: A força da gravidade foi mais rápida que minha mão. E dos 5 copos que ali estavam, 4 QUEBRARAM!!!


Sendo que, o escorredor não caiu no chão. Mas com o nervoso e com a vontade de salvar os copos, eu pus a mão embaixo da base do escorredor e apoiei na parede. Assim, 2 copos cairam no chão, e 2 quebraram com o impacto da parede. E JUSTO NESSA HORA a minha sogra chegou na cozinha.


Fiquei igual a uma anta estátua apoiada na parede (porque se eu saísse de lá, o último copo ia quebrar). Minha sogra teve que pegar um tabuleiro (esses de bolo), pra por de baixo da minha mão, porque os cacos dos copos que quebraram com a parede estavam na base do escorredor, e se eu soltasse iam se esmigalhar no chão. E DETALHE: Eu estava escorada na parede e com lateral do corpo encostado no armário- justo o armário onde ela guardava o TABULEIRO.


Então imaginem a cena: Eu lá sem poder me mexer, cheia de caco de vidro pelas minhas mãos e braços, e minha sogra abaixada, se espremendo entre minhas pernas e outras partes pra pegar o tabuleiro.


Quando eu saí daquele sufoco com o armário, minha sogra, e o único copo sobrevivente, encontrei minha mãe com os olhos arregalados e a boca em um "O". Nisso, meu coração parecia uma escola de samba. Eu estava passando mal de nervoso. Morrendo de vergonha. E como se não bastasse, meu namorado chegou e começou a rir (estericamente) da minha cara.

Para não fazer feio, continuei lavando a louça (enquanto todos riam de mim- porque à essa altura, meu namorado já tinha contado pro resto da família que eu acabei com os copos da casa dele).

Minha sogra foi um amor! Disse que não tinha problema, me abraçou (eu tava quase chorando, juro!). Eu estava tão nervosa e envergonhada, que nem percebi que eu quase decepei meu dedo polegar e que ele estava sangrando.


ENFIM: Anos se passaram, eu noivei, casei, e AINDA sou motivo de piada na família.


É, ACONTECE!

2 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    ,coitada de você !Ri abeça !!!!!

    http://melhorqcomprarsapatos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Todos os comentários aguardam moderação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...